Delegada encerra inquérito do Maníaco da Cruz


Na última sexta (17), na Deaij, a equipe e a delegada Maria de Lourdes Souza Cano informaram à imprensa sobre o encerramento do inquérito e que agora “o processo vai ser todo encaminhado para Rio Brilhante”, cidade dos casos, conforme a delegada.

Ao dar por encerrado o processo, a delegada informou que o adolescente, conforme uma lei prevista na legislação, pode ficar apreendido até os 21 anos de idade, em uma unidade de internação, e não até os 18, como é o comum.

A delegada disse também que já há uma Unidade Educacional de Internação (Unei) em Mato Grosso do Sul que vai receber o adolescente, mas que o local não será informada para resguardar a segurança do menor. “Tem muita gente com ódio dele”, disse Maria de Lourdes.

Quanto aos amigos do adolescente, a delegada afirma que eles serão responsabilizados por omissão e que também “têm que pagar por não terem dito nada”. Ao todo são cinco amigos que sabiam dos detalhes do crime: dois de 14 anos, dois de 15 e um de 16 anos.

Conforme Maria de Lourdes eles não apresentam perigo à sociedade, uma vez que, “não são perigosos como ele”, referindo-se ao “maníaco da cruz”. Conforme laudo preliminar dos dois psiquiatras que avaliaram o adolescente, ele possui “alto grau de periculosidade” e deve receber tratamento diferenciado. O laudo definitivo deve sair até à noite.

A delegada disse ainda que a mãe do garoto pode ser indiciada, também por omissão, já que ela via os retratos satânicos e do maníaco do parque na parede do quarto do adolescente e chegou a ver, também no quarto do filho, pertences que não eram dele, como os botões da blusa de uma das vítimas.
A namorada do adolescente, que tem 19 anos e mora em Umuarama, no Paraná e que ele conheceu pela internet vai ser ouvida através de carta precatória.

Os pais dos outros adolescentes envolvidos não serão indiciados porque não sabiam, em nenhum momento, do envolvimento dos filhos com seitas satânicas. “Houve pais que passaram mal na delegacia depois de saber sobre o que os filhos faziam na “seita”. Outros queriam bater nos meninos na mesma hora. Por isso e digo que os pais devem ficar atentos aos seus filhos, cuidar das companhias e dos amigos, pegar duro, para que não saia do controle”, orienta.

Frieza
Maria de Lourdes voltou a frisar, como fez em outras entrevistas, sobre a frieza do rapaz e o medo que há de ele voltar a matar quando sair da Unei. “Não sei como será quando ele sair, mas já que a lei nos permite deixá-lo até os 21 anos internado, é o que vamos fazer”, afirmou.

Ela disse que, caso o laudo psiquiátrico do adolescente mostre sinas de psicopatia, “a justiça, baseada na avaliação médica, é que vai decidir para onde ele vai e como será tratado”.

Detalhes
Duas novas notícias foram declaradas pela delegada na tarde de sexta durante entrevista coletiva: o fato de o adolescente ter colhido com o dedo o sangue que escorria dos lábios de sua primeira vítima, Catalino Cardena, 33 anos, e posto na boca para “sentir o gosto” e o fato do adolescente já ter saído de casa outras sete vezes para matar, mas sem poder matar ninguém, “porque elas percebiam a acabavam se dirigindo para um local mais claro”, ele voltava para casa sem cometer os crimes. “Ele só matou três vezes porque das outras vezes não teve como vitimar ninguem”.  

Fonte: Capital News

Anúncios

Publicado em segunda-feira, 20 outubro, 08, em Noticias nacionais. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: