Arquivo da categoria: Templo Soul

2008

Olá internautas do Blog do Patrão, o nosso blog deseja a todos um Feliz Ano Novo, cheio de bençãos, de poder e de unção de Deus para cada um, isso eu ia escrever ontem, mas por alguns porens, não pude estar aqui, mas fico feliz em mesmo não ter escrito nada meu blog esteja recebendo tantas visitas, antes de acabar o ano de 2007, meu blog tinha recebido 8.000 visitas, isso é muito gratificante para mim, pois estou vendo que meu trabalho está sendo valorizado por tantas pessoas. Logo logo, meu blog estará com várias atrações que estão sendo formuladas, mas você pode crer que vai ser benção, muita benção para sua vida.

Que este ano seja um ano de conquista para você e para o meu blog, que logo estará recebendo milhares de visitas em nome de Jesus.

 

Feliz 2008, são os votos do Blog do

Patrão a todos!

Anúncios

Lançamento do CD ao vivo do Templo Soul

O TS é um grupo pioneiro na black gospel nacional, que teve seu primeiro trabalho lançado no final da década de 90, cujo repertório trazia a música Caixa d´agua que se tornou uma das mais pedidas na programação das rádios em todo Brasil.

Apesar de algumas mudanças a banda continua com 11 músicos, que são três vocalistas ao lado de um “cozinha” completa reforçada por uma percussão “embaçada” e um naipe de metais “em brasa”. Todos liderados por Rogério Sarralheiro, principal autor das músicas desde o primeiro cd.

Letras criativas, que vão além das gírias de crentes e chavões evangélicos, marcam presença na pegada soul da banda, que tem como tempero pitadas de rap, hip hop, jazz, r & b e até samba.

Com três álbuns solos, um disco coletânea lançado em 2007 e um cd gravado em parceria com Pregador Luo e Apocalipse 16 em 2006, o TS vem mantendo uma seqüência de trabalhos produzidos com qualidade profissional, quebrando o paradigma de que no meio evangélico, apesar de terem surgido bons músicos, a qualidade da gravação deixava a desejar, principalmente no estilo black, onde o referencial sempre foi o mercado americano.

Músicas como Festa, Não pare, Caixa d´ água, O que há de melhor em mim e Último dia, renderam ao grupo merecidos prêmios, como o B-Unit de melhor show em 2004 e Troféu Talento de melhor cd de black Music em 2005.

O cd/dvd gravado dia 01 de setembro na Igreja Bíblica da Paz – SP foi uma grande festa estilo anos 70, com figurino, cenografia e até iluminação típica da época, cuja tendência influenciou a musicalidade da banda.

A produção musical e artística deste trabalho ficou sob a responsabilidade do líder da banda, o cantor, compositor e arranjador Rogério Sarralheiro.

Em, 2006 Rogerinho confirmou sua importância para o crescimento da música black brasileira ao assinar a direção musical do dvd do grupo Apocalipse 16 e planeja em 2008 lançar seu primeiro trabalho solo. Em algumas faixas Sarralheiro interpreta os hinos com o auxílio de um talk box.

T. S até Jesus voltar é a faixa de abertura do cd 1. O instrumental-vinheta emenda com um medley de oito músicas que põe a galera pra dançar.

Primeiro temos Se segura que versa sobre perseverança. “Parei de reclamar, de esquentar a cabeça, eu sei que com ajuda de Deus logo eu viro a mesa”.

Depois entoamos Não desista que traz no meio do hino a participação do Art-E interpretando Tô legal, hip hop cuja rima é feita sob a base de “Let´s groove” do Earth, Wind, Fire.

O Art-E lançou no início de 2007 o excelente “Haja”, primeiro disco produzido por Rogério a ser lançado pelo selo Caixa d´água. O hip hop é interpretado sobre a base de “Let´s groove” do Earth, Wind, Fire.

Essa seqüência inicial, que desfila pelo hits dançantes da banda, confirma o entrosamento da galera. Os arranjos do naipe de metais são um caso a parte e são complementados pelo swing do teclado e pelos grooves da batera e do baixo.

A seguir temos Como Deus é bom, Mil dez mil que traz um arranjo mais dançante em relação a versão original encontrada no primeiro trabalho da banda, Melhor lugar com pitadas de samba durante a condução do arranjo, a pegada hip hop de Eu digo sim e a batida funkeada de Pista do céu.

Além das excelentes harmonias de vocal criadas entre Rogério, Alê e Silas, outro destaque presente durante toda a gravação é a interatividade da galera presente cantando com a banda os refrões e acompanhando as ministrações e as convenções.

Assim como a faixa de abertura, Pra você crescer é um pequeno instrumental-vinheta.

O momento mais contemplativo do primeiro cd acontece durante a execução do hino Tua palavra que tem uma pegada mais r & b e uma bela interpretação de Alexandre V, dos Santos (Alê) no vocal acompanhado por Waxendo ao piano.

Venha filho meu mantém o clima numa levada “charmeira”. Traz a participação de Dj Flay, Dona Kelly, Cleber e Vulgo Feijão, também conhecidos como Ao Cubo. Os versos dos rappers encaixam perfeitamente com a letra desta que é uma das canções inéditas do disco.

Além de serem os idealizadores do projeto “Aperte o play”, com dois cds/dvds gravados, o Ao Cubo possue três discos solo e um registro áudio visual já lançados no mercado gospel.

De volta ao soul temos a “blackeira” de Deslize que antecede a participação de Pregador Luo nas músicas Último dia e Entra no clima que fizeram parte do repertório do álbum gravado em parceria entre o TS e o APC.

Último dia foi muito executada nas rádios. A letra rimada por Luo cita verdades sociais, que, infelizmente, ainda será por muito tempo uma realidade na nossa nação. Entra no clima mescla soul com hip hop e dispensa comentários. É uma das melhores.

Sem parar pra respirar o cd dois tem início com Festa. O soul com pitadas de funk termina em ritmo de reggaeton.

Se o TS marcou época com o lançamento do seu primeiro trabalho, o Quarteto FLG, com “Mais que vencedor” foi o primeiro grupo de r & b gospel nacional a lançar um álbum com o “peso” que só era encontrado nos cds gringos. Silvera, Will, Sandro e Carlinhos marcam presença em Existe solução. E que presença.

Caixa d´água traz a participação mais que especial de Robson Nascimento com todo seu carisma e melismas incomparáveis.

A seguir temos dois momentos exclusivos do cd. A ministração profética de Robson e a canção Levante a cabeça com uma nova roupagem, trazendo um arranjo black de primeira qualidade.

O testemunho de Gabriel Mano de Fé antecede a participação do Coral Degraus. O que há de melhor em mim ainda conta com a presença de PG. O louvor explora o estilo muito usado por dirigentes como Kirk Franklin e Fred Hamond. Excelente!

O Coral Degraus também participa da segunda inédita do cd. Eu sou a ressurreição e a vida possui uma pegada mais pop em relação ao resto do repertório. Rogerio aproveita a oportunidade para dar um testemunho de duas experiências de cura, vividas por ele, com sua esposa e com seu pai.

Fonte: Gospel +